Mestrado em Engenharia Farmacêutica

Farmacotecnia Industrial II

ECTS

6

Objetivos

  • Ter uma visão geral relativamente aos sistemas dispersos (emulsões, suspensões e aerossoles) e as diferentes formas farmacêuticas (pomadas, supositórios e óvulos)
  • Ter uma visão geral relativamente operações básicas e processos unitários envolvidos na produção e controlo dos produtos farmacêuticos acima referidos para obedecerem às especificações do produto fabricado, quer seja um intermédio ou um medicamento
  • Demonstrar conhecimentos de preparação das formas farmacêuticas referidas e ter conhecimentos básicos relativos às regras das Boas Práticas de Fabrico
  • Demonstrar conhecimentos de métodos de rotina para controlar / analisar limites de tolerância nas características das matérias-primas, formas farmacêuticas e materiais de embalagem
  • Explicar o desenho e a operação de equipamento padrão, bem como fundamentar a selecção desse mesmo equipamento
  • Avaliar os factores que podem afectar o rendimento e a qualidade do produto

Conteúdos Programáticos

Ensino Teórico

SISTEMAS DISPERSOS: propriedades básicas e caracterização.
EMULSÕES: Formulação de emulsões. Agentes tensioactivos / emulsificantes. Preparação e Produção. Equipamentos. Controlo da Qualidade. Conservação. Emulsões farmacêuticas mais especializados.
SUSPENSÕES: Aspectos físicos e características de uma suspensão farmacêutica. Teoria das suspensões. Formulação. Preparação e Produção. Equipamentos. Controlo da Qualidade. Conservação. Formas complementares das suspensões
AEROSSOLES: Inalação como via de administração. Formulação e produção. Dispositivos. Avaliação dos aerossoles. Caracterização / testes específicos de Controlo da Qualidade.
PREPARAÇÕES FARMACÊUTICAS SEMI-SÓLIDAS PARA APLICAÇÃO LOCAL NA PELE E MUCOSAS: pele como via de administração. Classificação das pomadas. Formulação. Absorção percutânea. Preparação e produção de pomadas, pastas, geles, cremes. Equipamentos. Controlo da Qualidade. Conservação e Acondicionamento / embalagem. Outras formas farmacêuticas para administração tópica.
PREPARAÇÕES FARMACÊUTICAS PARA APLICAÇÃO RECTAL E VAGINAL - supositórios e óvulos: via rectal e vaginal de administração. Formulação. Preparação e Produção. Equipamentos. Tipos especiais de supositórios. Controlo da qualidade destas formas farmacêuticas. Controlo da qualidade dos seus excipientes. Conservação e Acondicionamento / embalagem. Outras formas farmacêuticas para administração rectal e vaginal.

Ensino Prático
• Proposta de formulação, produção e controlo da qualidade (para apresentação na aula seguinte) de:
- Emulsão oral;
- Suspensão oral;
- Gel para aplicação tópica;
- Pomada para aplicação tópica;
- Pasta para aplicação tópica;
- Supositórios;
- Óvulos.
• Resolução de exercícios de aplicação (e.g. EHL, reologia e L. de Stokes, factor de deslocamento).

Partilhar