Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas

Oncobiologia e Terapias de Precisão

ECTS

4

Objetivos

A UC de Oncobiologia e Terapias de Precisão visa proporcionar aos alunos conhecimentos avançados na biologia celular do cancro e nos mecanismos celulares e moleculares subjacentes ao seu desenvolvimento. Em paralelo, pretende-se explorar as terapêuticas atualmente disponíveis e em ensaios clínicos ou pré-clínicos, incluindo-se o estudo de biomarcadores e outras ferramentas de diagnóstico e prognóstico, alvos terapêuticos, descoberta de fármacos e quimio/radioterapia.

No final da UC os alunos deverão ser capazes de discutir as principais alternativas farmacológicas em Oncologia; e explicar a biologia e processos interdisciplinares subjacentes à descoberta e desenvolvimento de terapias de precisão para o tratamento do cancro. No final da UC, os alunos deverão ser capazes de compreender e desenvolver hipóteses para novos tratamentos farmacológicos ou biológicos e avaliar, com espirito critico, abordagens translacionais aplicadas ao desenvolvimento de terapias personalizadas e como avaliá-las em ensaios pré-clínicos e clínicos.

Conteúdos programáticos

No inicio da UC, serão abordados os processos e mecanismos moleculares subjacentes ao desenvolvimento, crescimento e metastização tumorais. As interações biológicas entre as células tumorais e o microambiente, e de que modo estas contribuem para a progressão tumoral serão discutidos, conjuntamente com considerações sobre como as alterações genéticas e epigenéticas podem estar na origem de tumores. Os fatores etiológicos e epidemiológicos e fatores de risco ambientais serão também abordados.

A segunda parte da UC assenta na translação do conhecimento entretanto obtido, e explorará o racional biológico para as terapias e metodologias de diagnóstico atualmente disponíveis e em desenvolvimento. Será discutido o processo de Drug Discovery na translação de terapias promissoras para tratamentos clínicos eficazes. Será também abordada a influência e importância dos biomarcadores e da farmacogenómica no desenvolvimento de terapias de precisão, assim como outros aspetos como as complicações associadas ao cancro e os cuidados paliativos.

Partilhar