Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas

Imunologia

ECTS

5

Objetivos

O estudo da imunologia vai dar ao aluno uma ampla base de conhecimento e construir sobre essa base uma compreensão dos mecanismos de defesa do corpo humano e como pode ser feita a abordagem terapêutica. Esse conhecimento será pertinente tanto para cursos avançados ou para qualquer estudante ativamente envolvidos nas ciências farmacêuticas.

A conclusão deste curso permitirá ao aluno:
A. Demonstrar uma compreensão abrangente e prática dos princípios imunológicos envolvidos na investigação clínica e ciências farmacêuticas.
B. Diferenciar entre a imunidade inata e adaptativa.
C. Explicar os mecanismos e as diferenças entre as respostas primárias e secundárias e sua relevância para as imunizações.
D. Identificar o papel de células apresentadoras de antigénio, linfócitos e células fagocíticas nas respostas imunes.
E. Diferenciar entre imunidade humoral e celular.
F. Discutir dados científicos de imunologia e as questões prementes deste campo.

Conteúdos programáticos

A unidade curricular de Imunologia pretende fornecer os conceitos básicos e a terminologia da imunologia. Começará com os componentes mais importantes (células, tecidos, anticorpos, citocinas) envolvidas na defesa do hospedeiro contra agentes infecciosos. Palestras introdutórias servirão para descrever e diferenciar entre defesa natural (inata) e mecanismos de imunidade adaptativa mediada por linfócitos B e T e os seus produtos derivados. Posteriormente, as interacções celulares, especialmente a diferenciação de subconjuntos de células T auxiliares e a produção de citocinas relevantes, irão ser também descritos. Aqui serão incluídos os mecanismos de activação de linfócitos T e reguladores. Finalmente, será discutida a imunologia clínica. Os tópicos abordados incluem: auto-imunidade e doenças auto-imunes; reacções de hipersensibilidade incluindo distúrbios atópicos e asma; mecanismos de rejeição de transplantes; e desordens de imunodeficiência; Cancro e HIV.

Partilhar