Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas

Farmacoterapia em Oncologia

ECTS

4

Objetivos

Esta unidade curricular optativa tem como objetivo proporcionar aos alunos do MICF da FFUL uma abordagem aprofundada sobre a Farmacoterapia em contexto oncológico. Ao longo da UC serão apresentados conceitos e sua aplicabilidade a casos clínicos concretos no âmbito das doenças oncológicas. A disciplina tem uma orientação centrada na patologia, no doente e na prática clínica.

A unidade curricular visa promover o aprofundamento de conhecimentos e capacidades em grandes áreas da terapêutica oncológica, bem como a aquisição de novos conhecimentos e capacidades que permitam refletir o estado da arte da terapêutica que tem sofrido uma evolução significativa nos últimos anos. Ao completar esta unidade curricular o aluno deverá ser capaz de: i) listar os sinais e sintomas mais comuns das patologias estudadas; ii) identificar as controvérsias clínicas no tratamento ou abordagem do doente, e a forma como os profissionais de saúde lidam com estas questões, e; iii) compreender, conceber e desenvolver opinião crítica sobre diagramas e algoritmos de tratamento, linhas orientadoras e protocolos terapêuticos existentes.

O âmbito da disciplina de “Farmacoterapia em Oncologia” consiste numa abordagem farmacoterapêutica geral sobre uma grande maioria das situações clínicas oncológicas comuns, visando a terapêutica medicamentosa e não medicamentosa bem como a sua adequação às populações especiais de doentes e a outros doentes com patologias concomitantes que obriguem a ajuste terapêutico, tais como insuficientes hepáticos e renais ou com outras co-morbilidades. São abordadas as diferentes situações clínicas, suas implicações na saúde global do doente e a terapêutica adequada a cada caso, com especial referência a Normas Terapêuticas (Guidelines) internacionais e nacionais e a contraindicações existentes.

É ensinada a avaliação do doente e os aspetos que distinguem as situações clínicas em que a terapêutica sem o recurso à consulta médica pode ser recomendável, tendo em consideração os conceitos vigentes de automedicação e os medicamentos existente com estatuto de dispensa de não prescrição médica.

É abordada a prevenção e a identificação de reações adversas, interações e outros problemas resultantes da terapêutica. Foca os cuidados essenciais, gerais e específicos, para garantia da utilização efetiva e segura dos medicamentos, bem como os critérios de seleção dos diferentes fármacos e suas associações.

Conteúdos programáticos

Ensino Teórico

I. Farmacoterapia oncológica: princípios gerais da quimioterapia em doença oncológica
II. Farmacoterapia oncológica: princípios gerais da imunoterapia oncológica
III. Carcinomas mamários
IV. Carcinomas do pulmão
V. Carcinoma colo-rectal
VI. Carcinoma da próstata
VII. Linfomas
VIII. Carcinoma do ovário
IX. Leucemias agudas
X. Leucemias crónicas
XI. Mieloma múltiplo
XII. Síndromes mielodisplástico
XIII. Carcinoma renal
XIV. Melanoma
XV. Transplante de células hematopoiéticas

 

Ensino Prático

As aulas práticas consistem no desenvolvimento, em contexto de case study, das temáticas abordadas na teórica.

Partilhar