Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas

Farmacocinética e Biogalénica

ECTS

6

Objetivos

O objectivo primário desta UC é fornecer uma base conceptual e quantitativa de princípios e aplicações da Farmacocinética, necessária para prosseguir estudos avançados em Farmacocinética Clínica e Biogalénica, aplicáveis na administração de fármacos e no desenvolvimento de sistemas adequados para a sua administração.
Objectivos de aprendizagem: no final da UC
1.Os alunos serão capazes de calcular o valor de parâmetros farmacocinéticos com base em dados de concentração plasmática obtidos experimentalmente.
2.Os alunos serão capazes de prever os efeitos de processos físico-químicos, bioquímicos, fisiológicos e patológicos na cinética da absorção, distribuição e eliminação (ADME) de fármacos.
3.Os alunos serão capazes de usar modelos farmacocinéticos empíricos para delinear e optimizar regimes posológicos terapêuticos.
4.Os alunos serão capazes de relacionar os efeitos do desenvolvimento farmacêutico e vias de administração na optimização dos níveis plasmáticos terapêuticos do fármaco.

Conteúdos programáticos

Descrição e quantificação dos factores que afectam os processos de absorção, distribuição, metabolismo e excreção (ADME) de fármacos no organismo. Desenvolvimento de regimes posológicos e análise gráfica de dados de concentração plasmática versus tempo. Bioequivalência e sua demonstração para diferentes medicamentos. Aplicação de princípios teóricos biofarmacêuticos e farmacocinéticos a problemas da prática clínica envolvidos na monitorização e optimização do uso do medicamento em doentes.
A Farmacocinética no contexto das Ciências Farmacológicas. Actividade dos fármacos in vivo. ADME do ponto de vista farmacocinético. A forma farmacêutica como sistema de cedência de fármaco. Relações dose/efeito e PK/PD. Noção de margem terapêutica. Regimes posológicos.
Farmacocinética compartimental: Modelos e simplificações. Parâmetros farmacocinéticos. Regimes posológicos: dose e intervalo de administração; duração, formas de estabelecimento e factores determinantes de esquemas posológicos.

Partilhar