Mestrado em Química Medicinal e Biofarmacêutica

Identificação de Alvos Terapêuticos e de Diagnóstico

ECTS

5

Objetivos

No final da unidade curricular, os alunos deverão:

  • compreender o conceito de identificação e deconvolução de alvos terapêuticos no contexto da descoberta e desenvolvimento de fármacos,
  • saber que identificação de alvos terapêuticos pode ser atingida com métodos quimioproteómicos, genéticos e computacionais,
  • ser capazes de desenhar sondas para determinação de perfis proteicos baseda em (foto)afinidade e atividade,
  • conhecer e compreender os métodos de espetrometria de massa utilizados estudos de proteómica e identificação de alvos,
  • ter adquirido conhecimentos e competências sobre os conceitos teóricos básicos e aplicações práticas de radiofármacos para diagnóstico,
  • ser capazes de desenhar sondas para Tomografia Computorizada de Fotão Único (SPECT) e Tomografia de Emissão de Positrões (PET).

Conteúdos Programáticos

Quimiogenómica na descoberta de novos alvos terapêuticos e novos fármacos; bibliotecas químicas e o espaço químico-biológico; Química bio-ortogonal: como incorporar sondas moleculares para visualização de processos celulares em tempo real; Como identificar proteínas catalíticas em proteomas (activity-based protein profiling); proteínas catalíticas e sondas baseadas na actividade enzimática; Proteínas não-catalíticas e sondas de (foto)afinidade (affinity-based protein profiling); proteómica no contexto de identificação de alvos.

Métodos de detecção e interacção com a matéria das radiações e/ou partículas emitidas; importância/vantagens das técnicas de Tomografia Computorizada de Fotão Único (SPECT) e Tomografia de Emissão de Positrões (PET), na imagiologia; Conceção e desenvolvimento de novos radiofármacos; química/radioquímica de elementos metálicos e não metálicos, as novas metodologias de alvejamento, bioconjugação e modulação da farmacocinética no contexto de diagnóstico.

Partilhar