Mestrado em Química Medicinal e Biofarmacêutica

Desenho de Fármacos

ECTS

6

Objetivos

No final da UC e para os vários grupos terapêuticos leccionados pretende-se que os alunos sejam capazes de:

  • compreender o mecanismo de acção dos fármacos e relacioná-lo com o alvo molecular;
  • compreender que alterações no planeamento racional e /ou na estrutura química podem ser responsáveis por alterações ou modificações na acção
    terapêutica e na interação com o alvo;
  • relacionar a potência dos fármacos com o tipo de interacções estabelecidas com o alvo molecular;
  • descrever qualitativamente as relações estrutura- actividade e perceber quais os grupos substituintes que melhoram a relação estrutura atividade e
    porquê.

Conteúdos Programáticos

Na UC são descritos alguns grupos terapêuticos (adrenérgicos, dopaminérgicos, serotoninérgicos, gabaérgicos, opioides, esteróides); agentes anti e pro-apoptóticos; agentes anti-infecciosos (antivirais e antimaláricos), fármacos usados no tratamento de doenças  eurodegenerativas (Parkinson e Alzheimer), bioconjugados.
Para cada grupo terapêutico os fármacos serão caraterizados do ponto de vista físico-químico, são apresentados os alvos moleculares, os mecanismos de ação do ponto de vista químico e será dada particular ênfase às relações estrutura-atividade. Os temas são sempre dados num contexto alargado e integrados com aspetos relevantes da bioquímica, fisiologia, farmácia, farmacologia e biologia estrutural.
O ensino prático é destinado à resolução de exercícios e apresentação de estudos de caso. São Também analisados e apresentados pelos alunos artigos recentes sobre os temas lecionados nas aulas teóricas.

Partilhar